NOITE EUROPEIA DOS INVESTIGADORES 2018

Carregando Eventos

NOITE EUROPEIA DOS INVESTIGADORES 2018

 

No próximo dia 28 de setembro, a ciência volta a sair à rua numa comemoração que aproxima o público dos cientistas num convívio informal, lúdico e educativo.

CIÊNCIA NA CIDADE é o tema da Noite Europeia dos Investigadores 2018, que visa aproximar investigadores e sociedade em diversas atividades a ter lugar na última sexta-feira de setembro. A temática procura responder às principais preocupações das comunidades urbanas relacionadas com as alterações globais previstas para as próximas décadas, destacando a relevância da ciência para assegurar a qualidade de vida nas cidades do futuro e a preservação do património cultural como fator essencial à sustentabilidade.

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra associa-se ao consórcio do projeto SCICITY – CIÊNCIA NA CIDADE, coordenado pela Universidade de Lisboa através do MUHNAC-ULisboa, e dedicado ao tema Preservação do património cultural.

O Museu da Ciência da UC organiza as suas actividades de 2018 em conjunto com o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, o Rómulo – Centro Ciência Viva, o Museu Nacional de Machado de Castro, e na Figueira da Foz, o Núcleo Museológico do Mar e o Mercado de Buarcos. Em todos estes espaços estarão cientistas de centros de investigação da Universidade de Coimbra para celebrar mais uma grande festa dedicada à Ciência.

PROGRAMA (MUSEU DA CIÊNCIA)

EXPOSIÇÕES
21h00 – 00h00
Segredos da Luz e da Matéria
Esta exposição permanente explora o tema da luz e da matéria, a partir dos objectos e instrumentos científicos das colecções da Universidade de Coimbra.
Visto de Coimbra
A exposição Visto de Coimbra – os Jesuítas entre Portugal e o Mundo tem o seu foco sobre a Companhia de Jesus, que ocupou os espaços onde hoje está instalado o Museu da Ciência da UC.

OBSERVAÇÕES ASTRONÓMICAS
21h00 – 00h00
Observe o céu e conheça alguns dos seus segredos com a Alpha Centauri.

SPEED DATING COM CIENTISTAS
21h00 – 00h00
Investigadores da UC em curtas conversas com o público.

ATIVIDADES HANDS ON

21h00 > 00h00

Os investigadores da UC mostram um pouco do trabalho que fazem, e convidam o público a participar em experiências de antropologia, biologia, engenharia civil, história, neurociências e muitas mais. Venha ver, tocar e experimentar ciência!

Pequenos gigantes: Nemátodes inimigos do pinheiro bravo

No decurso da atividade iremos descobrir o nemátode responsável pela doença da murchidão do pinheiro que tem dizimado os nossos pinheiros.

Isabel Abrantes, Joana Cardoso, Luís Bidarra

NEMATO-lab

Jogo da Energia EfS

O Jogo da Energia EfS (Energia para a Sustentabilidade) convida-nos a descobrir caminhos para o uso sustentável da Energia ao longo de um percurso com desafios e questões.

Amândio Santos, Catarina Matos, Catarina Serra, Fausto Freire, Filipa Bessa, Inês Reis, Joana Bastos, José Baranda, José Costa, Manuel Gameiro da Silva, Nelson Soares

Iniciativa Energia para a Sustentabilidade (http://www.uc.pt/efs) – Comité Campus Sustentável

Vive a Real… idade

Material psicopedagógico concebido para ser utilizado enquanto metodologia ativa com jovens em regime de acolhimento residencial, tendo em vista o treino de competências para o pós-acolhimento.

Qualquer participante na Noite dos Investigadores pode experienciar os desafios inerentes à vida em autonomia, sem apoio de retaguarda.

João Pedro Gaspar

CEIS20

À descoberta dos raios cósmicos

Os raios cósmicos são partículas com uma energia elevada, constituídos maioritariamente por protões. Ao chegarem à Terra, colidem com os núcleos dos átomos da atmosfera, a cerca de 10 km acima da superfície do planeta, dando origem a uma “chuva” de outras partículas menos energéticas, os chamados raios cósmicos secundários.

Estes raios cósmicos secundários podem ser detectados à superfície da Terra por dispositivos como câmaras de faíscas, por exemplo. Uma destas câmaras, construida no Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP) estará exposta, permitindo ao visitante a observação de raios cósmicos!

Francisco Neves

LIP-Coimbra

Radiação para a saúde: PET

A tomografia por emissão de positrões, também conhecida pela sigla inglesa PET, é uma técnica de imagiologia médica nuclear que utiliza radionuclídeos que emitem um positrão para formar imagens detalhadas do interior do corpo do paciente.

Num exame PET é administrado ao paciente, por exemplo, glicose ligada a um elemento radioactivo (normalmente o flúor). As regiões do corpo que metabolizam essa glicose em excesso, tais como tumores ou regiões do cérebro em intensa actividade, aparecem destacadas na imagem criada por computador.

Um demonstrador de PET baseado numa nova tecnologia desenvolvida no LIP mostrará como funciona o PET e a criação das respectivas imagens.

Francisco Neves

LIP-Coimbra

Ver a radioactividade com uma Câmara de Nevoeiro

A radioactividade natural faz parte do nosso quotidiano e está presente em tudo o que nos rodeia desde as paredes das nossas casas, à comida que ingerimos.

Uma câmara de nevoeiro é um dispositivo que permite detectar a passagem de partículas com carga eléctrica provenientes, por exemplo, de decaimentos radioactivos. Uma câmara deste tipo contém uma atmosfera de vapor supersaturado, formando-se um rasto visível de gotículas semelhante a nevoeiro ao longo do caminho percorrido pelas partículas.

Uma câmara de nevoeiro, construída no LIP, estará exposta permitindo aos visitantes observar as partículas emitidas no processo de decaimentos radioactivos.

Francisco Neves

LIP-Coimbra

A vida nas pedras da calçada

As pedras da calçada Portuguesa podem ser arquivos de formas de vida antigas? Como se consegue descodificar esta informação? Que uso fazem os investigadores deste registo? Explora connosco todo este potencial e prepara-te para uma grande revelação…

Rute Coimbra

GEOBIOTEC/MARE (Universiade de Aveiro/Universidade de Coimbra)

A cidade fóssil ou os fósseis da cidade: Laboratório Chimico

Para descobrir, observar e interpretar o registo de fósseis basta andar pela cidade com o olhar curioso nas fachadas dos edifícios ou até mesmo no chão que pisamos. Nesta noite vamos dar um passeio paleontológico de laterna na mão à volta do Laboratório Chimico para descobrir fósseis.

Ricardo Paredes

Museu da Ciência | MARE (Universidade de Coimbra)/Universidade Complutense de Madrid (Espanha)

São José de Cupertino em Coimbra:

Entre visibilidade e invisibilidade social, cultural, artística, identitária

A atividade visa focalizar a atenção sobre São José de Cupertino (1603-1663), santo franciscano oriundo de Itália, cujo culto se difundiu em Portugal a partir da segunda metade do século XVIII, logo após a beatificação e canonização. Apesar da sua difusão e enraizamento devocional, este santo é ainda pouco conhecido na península Atlântica e Coimbra será o foco principal da atividade demonstrativa.

No decurso da NEI 2018 “Ciência na Cidade” iremos descobrir um pouco mais sobre este religioso conhecido como “santo dos voos”, cujo legado oscila entre visibilidade e invisibilidade cultural, social, espiritual, artística e identitária.

Paola Nestola

Centro História da Sociedade e da Cultura, (CHSC) UC

Desafios invasores.pt

As plantas invasoras são plantas que vieram de outros locais do mundo, adaptaram-se muito bem no nosso território, e hoje em dia reproduzem-se e dispersam pelos seus próprios meios para longe dos locais onde foram introduzidas pelo Homem, causando impactes ambientais e económicos negativos.

A plataforma Invasoras.pt convida todos os cidadãos (Eco-escolas, mas também associações, famílias, cidadãos individuais, etc.) a aceitarem pelo menos um dos quatro desafios sobre plantas invasoras que lançamos: Desafio 1 – Mapeamento; Desafio 2 – Fenologia; Desafio 3 – Detecção precoce; Desafio 4 – Comunicação. Os desafios incluem diferentes formas para cada cidadão se tornar cidadão-cientista e dar um contributo para o estudo e divulgação das plantas invasoras.

Nesta actividade vamos mostrar como participar e ensinar a reconhecer algumas das plantas invasoras que se podem encontrar em Portugal. Será ainda demonstrado como utilizar a plataforma de Ciência Cidadã “Plantas Invasoras” para mapear estas plantas em Portugal (disponível em www.invasoras.pt).

Jael Palhas, Liliana Duarte, Marco Dinis

Centro de Ecologia Funcional, UC / Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra

Jogos com Algas

A atividade consiste em disponibilizar um dominó e um jogo de memória com imagens de microalgas para dois jogadores frente a frente, proporcionando comentários sobre as imagens.

Maria João Correia, Joana Ferreira, Raquel Amaral

Algoteca da Universidade de Coimbra (ACOI)

Cromos com Vida

Esta atividade permite a observação ao microscópio de uma mistura de algas e procura daquela que aparece na página aberta da caderneta para depois colar o cromo correspondente.

Maria João Correia, Joana Ferreira, Raquel Amaral

Algoteca da Universidade de Coimbra (ACOI)

Antropologia Biológica à solta na cidade: visões do passado e do presente

No decorrer da atividade iremos mostrar resultados de estudos na área da Antropologia Biológica desenvolvidos em Coimbra nos últimos anos em populações do passado (intervenções arqueológicas/antropológicas em vários locais da cidade) e do presente (prevalência de obesidade infantil e fatores associados).

Qualquer participante na Noite dos Investigadores poderá experienciar uma “mini” escavação antropológica. Teremos também à disposição material para coletar medidas antropométricas e calcular o estado nutricional dos visitantes.

Aristides M. Machado-Rodrigues, Daniela Rodrigues, Vítor Matos, Vitória Duarte

CIAS – Centro de Investigação em Antropologia e Saúde, UC

Evento do Desconhecido

Sala B do TAGV (ao lado do Museu da Ciência)

21h00 – 00h00

A Marionet, em parceria com o CNC, o TAGV e o LIPA, e com o apoio da DGArtes, está a desenvolver o projeto Laboratório do Conhecimento, cujo objetivo é enfrentar questões científicas não resolvidas, usando ferramentas, técnicas e perspetivas artísticas, tentando alcançar algum progresso ou iluminação no tocante a essas questões, e avaliar o processo e possíveis vantagens dessa abordagem interdisciplinar. Na Noite Europeia dos Investigadores, irá apresentar o Evento do Desconhecido, uma intervenção artística que expressará o resultado do trabalho realizado até ao momento sobre o Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono.

Marionet, Centro de Neurociências e Biologia Celular na Universidade de Coimbra (CNC), Laboratório de Investigação e Práticas Artísticas (LIPA), Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), Direcção-Geral das Artes (DGArtes)

MAIS INFORMAÇÕES

Horário: 21H00 – 00H00

setembro 28 2018

Detalhes

Data: setembro 28
Hora: 21:00
Evento Categorias: , ,

Local

Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

Laboratorio Chimico - Largo Marquês de Pombal
Coimbra, 3000-272 PT

+ Google Map