SUL DA LÍNGUA

A carregar Eventos
  • Este evento já decorreu.

SUL DA LÍNGUA é um projecto de celebração da Palavra. Um projecto à procura de encontrar o sul da língua como quem busca o sal da vida, na África dos contos. Cruzando leitura, canto e narração oral, o SUL DA LÍNGUA faz-se a muitas vozes, para dar voz à palavra dos grandes escritores da lusofonia africana e ao imenso oceano de oralidade onde cada um deles sacia a sua/nossa infinita sede de storia.

Voz e selecção de textos ANA SOFIA PAIVA
Voz e Música MARCO SANTOS
Vídeo ARIEL PINHEIRO

 

ANA SOFIA PAIVA (Actriz, Conta-Estórias)

Narradora, cantadora e investigadora de tradição oral. Graduou-se em Teatro e mais tarde especializou-se em Promoção e Mediação da Leitura. Dedica-se desde 2008 à narração de contos, dentro e fora de Portugal, centrando-se no conto maravilhoso e na musicalidade da performance oral. É membro do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT), do Centro de Estudos Ataíde Oliveira (CEAO), que alberga o Arquivo do Conto Tradicional Português, e da cooperativa Memória Imaterial, trabalhando como investigadora, transcritora e recolectora de folclore poético e narrativo.

 


MARCO SANTOS
(Músico)

Percussionista, baterista e compositor. Fez a sua primeira Licenciatura em percussão clássica na Escola Superior de Música de Lisboa (2006). Depois de alguns anos a trabalhar em Portugal com vários projectos musicais, encenadores (Rui Horta, Fernanda Lapa) e canta-autores (João Afonso, Ana Firmino, Sara Tavares, Carlos Barreto), e também como professor, foi para a Holanda, onde fez a sua segunda licenciatura em bateria de jazz no Conservatório Real de Haia (2011), e mestrado na Escola de renome internacional de Roterdão (CodArts) na área de composição, percussão e bateria (2012). Desde que vive na Holanda, tem tocado e viajado como freelancer com vários músicos e projectos dentro de vários estilos musicais.

 

ARIEL PINHEIRO (Artista Visual)

É difícil definir de onde é, muito menos para onde vai. Cresceu a pensar que ia ser “cientista” mas, num tropeção, trocou a Bioquímica pelas Artes Visuais e foi para Lisboa estudar Arte Multimédia na FBA-UL. Lá experimentou várias áreas mas a fotografia, o vídeo e a instalação são os seus meios de eleição. Concluiu o mestrado com uma dissertação sobre o dever da memória, a morte e o esquecimento (“Moira Cristal: entre o dever de memória e a cristalização”). É apaixonada pelo documentário e tem vários ensaios realizados e muitos projectos imaginados. Há poucos anos encontrou em Cabo Verde uma “casa” que não quer abandonar e desde ai esse país tornou-se o seu Norte. Para além dos seus projectos pessoais, trabalha como fotógrafa e videógrafa independente. Recentemente dedica parte do seu tempo também a estudar Antropologia-Culturas Visuais na FCSH-UNL. Seja fotografia, vídeo, instalação ou até produção… para Ariel não importa o meio, mas sim fazer, partilhar e viver!

Junho 21 2017

Detalhes

Data: Junho 21
Hora: 10:00 pm
Categorias do Evento: ,

Local

Salão Brazil

Largo do Poço, nº3, 1º Andar
Coimbra, Portugal

+ Mapa do Google